Embraer assina contrato com a Widerøe para até 15 aeronaves E2

A Widerøe vai configurar o E190-E2 em uma confortável classe única, com 114 assentos 
As entregas estão programadas para 2018
A Embraer assinou um contrato com a norueguesa Widerøe, maior companhia aérea regional da Escandinávia, para até 15 jatos da família E2. O contrato consiste de três pedidos firmes para o E190-E2 e direitos de compra para outras 12 aeronaves da família E2. A flexibilidade nos direitos de compra para os jatos E175-E2, E190-E2 e E195-E2 dará à Widerøe a capacidade de aumentar sua frota com uma nova geração de aeronaves de 80 a 130 assentos, de forma a melhor ajustar a capacidade às necessidades do mercado.

O pedido tem um valor potencial de até USD 873 milhões, a preço de lista, se todos os direitos de compra forem exercidos. Os três pedidos firmes para jatos E190-E2 foram incluídos na carteira da Embraer do quarto trimestre de 2016.

“É sempre um momento importante para a Embraer quando adicionamos uma nova companhia aérea à nossa família de operadores. É ainda mais gratificante fazer parte de uma mudança de patamar nas operações desse cliente, já que a nova geração E190-E2 também representará a primeira adição de aviões a jato na frota da Widerøe. As oportunidades que se apresentam no futuro, tanto para a Embraer como para a Widerøe, à medida que a companhia aérea busca crescer e ir além das operações com aviões turboélice, são promissoras. Uma ótima maneira de começar 2017”, disse Arjan Meijer, Chief Commercial Officer (CCO) da Embraer Aviação Comercial.

A Widerøe vai configurar o E190-E2 em uma confortável classe única, com 114 assentos. As entregas estão programadas para 2018. Com este acordo, a carteira de pedidos da nova geração de jatos, os E-Jets E2, chega a 275 pedidos firmes mais 415 cartas de intenção, opções e direitos de compra, totalizando 690 compromissos de companhias aéreas e empresas de leasing.

Stein Nilsen, CEO da Widerøe, afirmou: “Nossa decisão de escolher a família de aeronaves da próxima geração da Embraer para o início de nossas operações com jatos é baseada na necessidade de que os passageiros tenham uma experiência de alta qualidade, na facilidade e flexibilidade de operações e menor custo considerando toda a vida útil da aeronave. O resultado da nossa avaliação determinou que a família de aeronaves E2, aliada ao atendimento ao cliente de excelência da Embraer, é a melhor solução para nossa companhia aérea. Estamos entusiasmados com a perspectiva de estar entre os primeiros operadores da próxima geração de jatos comerciais da Embraer, que apresenta significativa melhoria no impacto ambiental, tanto em relação à redução de ruído quanto à eficiência no consumo de combustível, ao mesmo tempo em que ainda traz avanços no desempenho. A flexibilidade oferecida pela família Embraer de jatos E2 nos permitirá montar uma frota de tamanho adequado, como complemento à nossa frota existente, de acordo com as exigências do mercado”.


Fonte: Embraer

Comentários

Postagens mais visitadas